Eleições 2018: Resultados, Comparações e Tendências


Por: Ricardo Schmidt

===

Tanto nos Estados Unidos em 2016, como em 2018 no Brasil, esses países saíram de um governo mais à esquerda e entraram/vão entrar em um governo mais à direita. Muitos dizem que esse efeito é mundial, acontecendo na França, Argentina, Colômbia, e assim por diante.



Mas quais as maiores diferenças entre a "onda conservadora" dos EUA com a do Brasil? Bom, vamos analisar.

Primeiramente vamos analisar a questão das grandes cidades. Geralmente, os locais que ditam as tendências nacionais são as grandes cidades, e depois as outras cidades menores e o interior vai aderindo ao que quer que seja. No caso dos Estados Unidos em 2016, Trump perdeu feio em quase todas as grandes cidades. Entre as 10 maiores regiões metropolitanas do país, ele apenas venceu em duas, Dallas e Houston, no Texas, mas por uma margem muito pequena. Nas cidades centrais em si, foram pouquíssimas que votaram nele, sendo o índice maior em cidades do interior. Trump perdeu dos votos totais da democrata Hillary, porém venceu no colégio eleitoral, e isso foi seu trunfo. No entanto, a tendência geral dos EUA nas grandes cidades foi de votar mais forte ainda em Democratas, uma guinada cada vez mais à esquerda há décadas.



(Maceió, cidade nordestina onde Bolsonaro teve a maior votação proporcional)


Já no Brasil, em especial no norte e no nordeste, o PT continuou forte na maioria das cidades, mas em vários estados o PT perdeu nas maiores cidades e capitais, como vemos aqui:

Bolsonaro: Estado - Capital

Acre (77,2%) > Rio Branco (82,8%)  Maior votação do estado

Alagoas (40,1%) > Maceió (61,3%)  Maior votação do estado

Amapá (50,2%) > Macapá (55,2%)  Maior votação do estado

Amazonas (50,3%) > Manaus (65,7%)  Maior votação do estado

Ceará (28,9%) > Fortaleza (44,4%)  Maior votação do estado

Paraíba (35%) > João Pessoa (54,8)  Segunda maior votação do estado

Piauí (23%) > Teresina (37,3%)  Segunda maior votação do estado

Rio Grande do Norte (36,6%) > Natal (53%)  Terceira maior votação do estado

Roraima (71,5%) > Boa Vista (78,6%)  Maior votação do estado

Sergipe (32,5%) > Aracaju (47,2%)  Maior votação do estado


Se considerarmos que as grandes cidades são as que mais lançam tendências, e Bolsonaro venceu justamente nas grandes cidades. Das 50 cidades do país com o maior eleitorado, Bolsonaro venceu em 45, ou seja 90% das grandes cidades.

A tendência que se vê é de o PT, ou talvez a esquerda como um todo seja cada vez mais enfraquecida em grandes cidades do Norte/Nordeste, e do Brasil todo. Já nos Estados Unidos, Trump estava crescendo muito em cidades menores, pequenos condados, e o Partido republicano está em total queda em grandes cidades. Para essa comparação, vamos comparar o histórico de votação de duas cidades grandes de populações similares; Nos EUA, São Francisco, com 884 mil habitantes, e no Brasil, João Pessoa, com 812 mil habitantes.

São Francisco, EUA
AnoREPDEMOutros
20169.2%84.5%6.3%
201213.0%83.4%3.6%
200813.7%84.2%2.2%
200415.2%83.0%1.8%
200016.1%75.5%8.4%

João Pessoa, Brasil
AnoPTOposição PT
201845,2%55,8%
201455,6%44,4%
201058,5%41,5%
200673,8%26,2%
200276,1%23,9%


Mapa Interativo do Resultado por Estados:





Melhores desempenhos:


Bolsonaro: Estados

 Acre 77,22%
 Santa Catarina 75,92%
 Rondônia 72,18%
 Roraima 71,55%

Bolsonaro: Cidades

Nova Pádua - Rio Grande do Sul - 92,96%

-- -- -- --

Haddad: Estados

 Piauí 77,05%
 Maranhão 73,26%
 Bahia 72,69%
 Ceará 71,11%

Haddad: Cidades

Guaribas - Piauí - 97,99%