O Aborto no Estados Unidos



Por: Ricardo Schmidt

==


Como muito sabem, nos Estados Unidos o aborto é permitido desde 1973, pela decisão judicial Roe v. Wade, que permite o aborto até o último momento antes do bebê sair do ventre. Porém, com o tempo, os estados americanos foram reformulando leis e regulamentações para que o aborto fosse cada vez mais restrito. Até o momento, quase 50 milhões de abortos foram realizados nos Estados unidos desde a sua legalização. 

Atualmente, em 7 estados ainda é possível realizar um aborto com o bebê prestes a nascer, porém nos outros 43, certas restrições começaram a surgir desde então. Uma pesquisa de 2018 mostrou que 48% dos americanos são pró-vida (contra o aborto) e 48% pró-escolha (a favor do aborto legalizado). 47% consideram o aborto moralmente errado, enquanto 43% consideram moralmente aceitável. 


(Azul: Mais aceitável - Vermelho: Menos aceitável)


No entanto os índices variam de estado; em Massachusetts, apenas 22% da população acredita que o aborto deveria ser ilegal na maioria dos casos, enquanto no Mississippi, 59% acredita que o aborto não deveria ser legalizado na maioria dos casos. 

Os níveis de aceitação também variam por etnia, religião, partido político e gênero.

Aceitação do Aborto

Por Etnia: Brancos (61%), Negros (60%), Latinos (49%)

Por Religião: Sem afiliação (74%), Protestante clássico (67%), Católicos (51%), Evangélicos (34%)

Partido: Democrata (70%), Independente (60%), Republicano (36%)

Gênero: Mulheres (60%), Homens (57%)


O processo para se conseguir um aborto, como dito, vai variar de estado para estado. Na Califórnia, um dos estados mais permissivos, o processo é mais simples, já no Mississippi, estado com grande população evangélica e com governadores republicanos mais conservadores, o processo foi sendo restringido na medida do possível. 


Processo na Califórnia:

> Fazer uma consulta (há 152 clínicas de aborto no estado, enfermeiras podem realizá-lo)
> Fazer o orçamento (geralmente entre 450-600 dólares)
> Visitar a clínica
> Fazer um ultrassom
> Fazer um teste de laboratório
> Receber conselhos sobre riscos e opções
> Assinar o documento de consentimento médico
> Realizar o Aborto


Processo no Mississippi:

> Fazer uma consulta (há apenas uma clínica de aborto no estado, na capital, e médicos estão disponíveis apenas alguns dias por semana, já que apenas médicos podem realizar o procedimento)
> Fazer o orçamento (geralmente entre 450-600 dólares)
> Se menor de idade, trazer documentos e os pais
> Viajar para a capital
> Visitar a clínica
> Fazer um ultrassom
> A pessoa será perguntada se quer ver o ultrassom ou ouvir os batimentos cardíacos
> Se a gravidez for de mais de 16 semanas (4 meses), a pessoa terá de ir para outro estado realizar o processo
> Fazer um teste de laboratório
> Receber conselhos sobre riscos e opções ]
> Receber alerta dos médicos sobre riscos adicionais
> Assinar o documento de consentimento médico
> Esperar no mínimo 24 horas para realizar o aborto
> Realizar outra consulta para um outro dia
> Retornar para clínica, se menor, os pais devem acompanhar
> Realizar o Aborto

---

Fontes:
http://www.pewforum.org/fact-sheet/public-opinion-on-abortion/
http://www.pewforum.org/religious-landscape-study/compare/views-about-abortion/by/state/
https://www.washingtonexaminer.com/news/abortion-views-in-all-50-states-map
https://www.nytimes.com/interactive/2018/07/20/us/mississippi-abortion-restrictions.html